Thursday, July 26, 2007

"barraca de feira com lucro para o dono"

Ontem foram encerrados pelas autoridades Portuguesas vários sites que possibilitavam a troca "ilegal" de ficheiros, sites estes que dispobilizam links permitindo ligações P2P entre os vários utilizadores do mesmo.

Não conhecendo na sua abrangencia a lei que tutela e regulamente esta actividade, restam-me algumas dúvidas acerca da aplicabilidade legal, afinal o problema não está nos sites P2P mas sim nos utilizadores que alimentam os ficheiros, ou seja, na prática estes sites não "alojam" material ilegal, apenas disponibilizam links para que os demais utilizadores consigam aceder aos ficheiros uns dos outros criando assim uma mega rede "Pear-to-Pear".

A designação dada na reportagem da SIC onde é mencionado que estes sites funcionam como "uma barraca de feira com lucro para o dono" não me parece que seja a melhor designação a dar, até porque nestes sites não existe "o lucro" e em nada se assemelham a uma barraca até porque estes sites funcionam com meros apontadores.

É realmente de lamentar que, quer a industria discográfica e restantes não se entendam no que toca a processos "anti-cópia", mas a meu ver penso que até existe algum interesse em que estes conteúdos considerados "ilegais" sejam distribuidos gratuitamente e que as protecções sejam efectivamente fracas numa prespectiva publicitária ou até, no caso do tradicional software, numa prespectiva de testes.

Para todos aqueles que acompanham o fenomeno internet e "pirataria" é também sabido que apesar de se terem "exterminado" alguns sites Portugueses P2P, não deixa de ser uma simples gota no oceano que é absorvida. Relembro que antes de 1995, altura em que em portugal "apareceu" a internet disponibilizada através de ligações dial-up, já existiam redes de computadores onde a prática de troca de ficheiros era já utilizada através das BBS (Bulletim Board Systems) onde era apenas necessário um PC com Modem e uma ligação telefónica.

Já antes de 1995, existiam trocas "ilegais", geradores de numeros de cartões de crédito válidos, scripts para extoirar protecções de software, software para iludir PBX e muito mais, ou seja em 12 anos depois é natural que tudo isto evolua e quando ouvimos dizer nas noticias que andam a ser clonados Multibancos, que são apanhados DVDs copiados na feira xpto (por aqueles senhores da GNR encapuçados que parece que estão numa operação dos fusileiros no Iraque) isto é simplesmente a evolução mas a meu ver surpreendente não é.

Surpreendente é dizer que por exemplo a protecção mega hiper fascinante do windows vista demorou só 2 semanas a ser derrubada, surpreende é perceber que ainda ninguem percebeu que os CDs anti cópia são copiáveis, surpreendente é perceber que as chaves de encryptação dos DVDs, são públicas permitindo a copia dos mesmos, na realidade o problema de hoje da pirataria compara-se mais ou menos com o problema de excesso de velocidade.

Se não se pode andar a mais de 120km/hora, porque é que os carros não vêm já com essa limitação?
Se não se pode partilhar, copiar etc etc, porque é que existe software que trata de derrubar todas essas limitações?

Haverá certamente muitas opiniões acerca deste assunto, no entanto penso que este problema têm que ser resolvido como medida preventiva e não correctiva.

Como conclusão o problema não está na "barraca de feira com lucro para o dono" mas sim no possivel interesse que as industrias têm na partilha destes conteudos, ou seja dizer que se fechou meia dúzia de sites P2P ou dizer que foram apanhados 3 toxicodependentes é exactamente a mesma coisa.

Tuesday, July 24, 2007

No meio das férias...

Ora bem malta...im back das férias...tipo cruzeiro, começa e tal, depois para, depois férias outra vez, agora novamente parado e de volta ao trabalho/emprego/hospital/hóspicio ou o que se quizer chamar, o importante é que continuamos a pedir alta mas a porra dos médicos não fazem nada.

Em resumo e de volta à acção ou ao "terreno" como dizem os mais entendidos na matéria, um regresso em grande:

- reunião mal marcada
- aula de matemática
- puto com febre
- aquilo que não pedi está feito
- aquilo que pedi está por fazer
- aquilo que deviam ter validado não validaram
- aquilo que validaram não deviam ter validado
- aquilo que perceberam, afinal não perceberam
- aquilo que foi definido foi alterado
- o que tinha sido alterado, ainda falta definir
- a definição para alterar ainda está por decidir
- o que foi alterado, foi mal alterado
- ...quem decide para alterar?
- 580 e-mails para ler
- 500 sobre o mesmo assunto
- 60 sobre outros assuntos
- 20 de spam
- 0 recalls

Fui beber café:
- "...ai e não sei quê...estás muito queimado...."
- "...ai e não sei quê...estava mesmo à tua procura..."
- "...ai e não sei quê...preciso do excel pintado de várias cores com números..."
- "...ai e não sei quê...foste de férias?..."
- "...ai e não sei quê...ainda vais de férias?..."
- "...ai e não sei quê...tás de férias?..."

Regressei do café:
- "...temos um problema...."
(mas será que esta gente não percebe que há sempre a porra de um problema!)

- "...temos um berbicaxo para resolver...."
(o meu preferido, a diferença para a anterior é que a palavra berbicaxo dá um aspecto mais exótico à coisa)

- "...preciso de tomar uma decisão..."
(pensei eu...será que me vai perguntar altura da ponte para se suicidar??...nopes....)

- "...tava mesmo à tua espera para ver isto..."
(sim por que na minha ausência as pessoas andam com os olhos fechados)

- "...nem te digo mais nada, ora lê-me este fax..."
(as pessoas adoram opera e eu adoro ler faxes em voz alta)

- "...já me estou a passar com isto..."
(que bom, bem passado é melhor!)

- "...já não sei o que fazer..."
(xixi já fez?)

Almoço...filhos de galinha com casca batidos, com fiambre do porco e queijo da vaca, água da torneira, farinha com água e fermento cozido em forma oval e mistura de frutas partidas de várias arvores de frutos seguido de "grões" de café muito moidos com água da torneira a "frover" dentro de uma chavena com uma asa do lado de fora, tudo isto por 4 euros e 10 centimos e a senhora ainda me disse "...pode-se sentar que eu chamo"....10 minutos depois o meu nick name foi desvendado " ..Sr. AmbrósioOmolete..."....sim sou eu!


Depois do almoço:
- idem idem aspas aspas
- frases com nexo
- frases sem nexo
- frases sem anexo e com nexo
- acho que nexo está mal escrito
- divagações transcendentais

Hora da saida:
- "...já te vais embora..."
(não vou ficar cá hoje a dormir, vou só a casa virar a omolete que começei a fazer de manhã e já venho)

- "...tenho uma coisa urgente para tratar...."
(INEM = 112)

- "...tenho em linha o Dr. Eng. Arq. MBA GTI PHd 16v não sei qué da Silva com muita urgência"
(diga que a oficina fecha às 18h para limpeza)


Buscar os putos:
- Puto com febre
- Twin 1 cóstipada
- Twin 2 qé iri jantar fora

Jantar fora:
- Multibanco fora de serviço!

Casa:
- a chave ficou no carro

Carro:
- não encontro a chave do carro

Correio:
- a chave ficou no carro

Em casa:
tocam à porta: " trim trim..."
eu : quem é?
zz: "é do sapo"
eu: "venha amanhã o zoo fecha às 18h00"

Resultado final:
Para primeiro dia foi um dia calmo, nada de anormal tudo controlado, com DDR de pills para tensão, alucinações, dores de cabeça, dores de dentes, enxaquecas, vozes do além e etc agora está perfeito.

Thursday, July 12, 2007

CRM - Geometrias imperfeitas

Era uma vez vários pontos que resolveram arrancar com um projecto chamado circulo, que como muitos outros circulos, tinha um inicio e um fim, onde o fim iria terminar no inicio, com base em circulos já existentes.

Dado que este circulo estava já a ser desenhado mas não concluido, outro grupo de pontos resolveu começar um outro projecto chamado "o quadrado", como objectivo de gerir e sustentar o circulo em todos os seus aspectos.
Na prática é preciso um quadrado para "acentar" o circulo:

O grupo de pontos que desenhava o circulo, desenhava-o progressivamente à medida que ia conhecendo outros circulos, absorvendo-os.
o grupo de pontos que desenhava o quadrado olhava para outros circulos já existentes e que acabariam por desaparecer.

Terminado o desenho do circulo, o grupo de pontos perguntou pelo quadrado e o resultado:
Conclusão:
A tecnologia resolve várias questões, desde que estejam previamente identificadas.
...agora já não queremos um quadrado, afinal queremos um hexagono.
Haja paciência.

Monday, July 2, 2007

SpiderMan

Your results:

You are Spider-Man

You are intelligent, witty, a bit geeky and have great power and responsibility.

Click here to take the "Which Superhero am I?" quiz...